Avançar para o conteúdo

Jimmy Dludlu vence prémios na África do sul e é humilhado em Maputo

Depois de recentemente ter vencido um prémio internacional na África do Sul, e ser recebido na sua volta pela Ministra da Cultura e Turismo, Etelvina Materrula, o espectáculo de celebração dos prémios Melhor Álbum Jazz e Carreira, arrecadados por Jimmy Dludlu nos South Africa Music Awards (SAMA2022) foi interrompido   neste Domingo, 4 de Setembro, pela Direcção da Cultura e Turismo da província de Maputo, no auge da sua performance,  no Pátio do Matola Multihotel. 

Neste show, Jimmy, fazia-se acompanhado pela cantora Mingas e Rhodalia Silvestre. Segundo informações que circulam nas redes socais, a paralisação deveu-se ao facto do evento não ter terminado antes das 22, por tratar-se dum dia sagrado. 

O anúncio da interrupção revoltou a todos presentes no local, uma vez que esperavam outra postura do sector da Cultura e Turismo. 

De recordar que, dias depois de desembarcar em Maputo vindo da África do Sul com os dois prémios, Jimmy Dludlu, revelou aos meios de comunicação, que estava triste pelo facto de em Moçambique não merecer o mesmo reconhecimento que os sul-africanos mostram por si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.